quinta-feira, junho 23, 2005

EU NÃO SOU DAQUI!

Estou aqui com o sentimento de que não estou em lugar algum. Mas continuo aqui. A certeza que tenho é um desconforto. Vontade de sair por aí de mochila nas costas buscando a poesia da liberdade na estrada.
Falta inspiração. É mais ou menos assim: (apropriando-me de outras palavras)
"Como alguém distraído na viagem,
Segui por dois caminhos par a par.
Fui com o mundo, parte da viagem;
Comigo fui, sem ver nem recordar.
Chegado aqui, onde estou, conheço
Que sou diverso no informe que estou.
No meu próprio caminho me atravesso.
Não conheço quem fui no que hoje sou.
Serei eu, porque nada é impossível,
Vários trazidos de outros mundos, e
No mesmo ponto espacial sensível
Que sou eu, sendo eu por 'star aqui?
Serei eu, porque todo pensamento
Podendo conceber, bem pode ser,
Um dilatado e múrmuro momento,
De tempos-seres de quem sou o viver?"

Um comentário:

upline disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.